27 de ago de 2010

Hb 12.10-12

Nossos pais nos disciplinavam por curto período, segundo lhes parecia melhor; mas Deus nos disciplina para o nosso bem, para que participemos da sua santidade. Nenhuma disciplina parece ser motivo de alegria no momento, mas sim de tristeza. Mais tarde, porém, produz fruto de justiça e paz para aqueles que por ela foram exercitados. Portanto, fortaleçam as mãos enfraquecidas e os joelhos vacilantes.

dizendo tudo em um tweet:
"escolher a disciplina é escolher que nosso ministério diante de Deus e dos homens seja afirmado, apesar dos nossos erros, né."

10 de ago de 2010

você não sabe o quanto eu caminhei,

fui no NIKO esse fim de semana. Pra quem não sabe o NIKO é um acampamento radical, no meio do mato, onde a gente percebe como a natureza é linda, e como nós somos fortes, por sermos Filhos de Deus.
Mas o que mais me chamou a atenção nesses dias, não foi o esplendor da criação ou a superação dos meus limites, mas foi como a nossa jornada, além de breve, é cheia de desafios, e como ela depende da forma que a gente olha. Passei por alguns desafios lá, é fato, mas o jeito que eu os encarei me fez não pensar no meu cansaço ou na minha dor - encravei uma unha que doeu demais! - mas me fez ter olhos para as cenas mais lindas que eu posso já ter visto.

Quantas vezes, nos problemas, temos murmurado? Quantas vezes a crise tem nos feito retroceder em vez de ensinar e trazer crescimento? A Palavra de Deus diz que TODAS AS COISAS COOPERAM PARA O BEM DAQUELES QUE AMAM A DEUS, então, TUDO DÁ CERTO NO FIM PRA GENTE. Mas no meio da jornada, a nossa visão distorcida e pequena nos faz querer desistir, e não aproveitar os presentes que Deus tem guardado pra nós. É como passar um dia inteiro caminhando e de repente chegar num pomar cheio de frutos deliciosos e não parar pra comê-los. Deus sempre tem um pomar reservado àqueles que caminham a passos firmes! A Palavra nos garante que EM TODAS AS COISAS SOMOS MAIS QUE VENCEDORES, então nosso pomar tá reservado, com nossas frutas preferidas e sombra e água fresca.
Enfim, que a gente aprenda que assim como não podemos fechar os olhos diante de um problema, não podemos os fechar diante da benção também, porque ela é nossa - já vem de Deus com nosso nome escrito em seu crachá, afinal, Ele sabe o quanto a gente tem caminhado.

Vamos chegar no pomar, comer tudo que podemos, descansar um monte. Mas a caminhada continua, e ali na frente, a Palavra de Deus nos garante, tem outro pomar nos esperando.